Wir verwenden Cookies, um die Benutzerfreundlichkeit dieser Webseite zu erhöhen (mehr Informationen).

Traktate

Prof. Dr. Werner Gitt

Como Chegar ao Céu

Die grundlegende Frage, die suchende Menschen sich stellen, wird hier von Prof. Dr. Werner Gitt beantwortet. "Wie findet man den Himmel?" Auf jeden Fall nicht durch eigene Anstrengungen oder Konzepte. "Was aber bringt uns wirklich in den Himmel?" Gott hat die Einladungen für den Himmel schon verteilt wie im Gleichnis des Menschen, der zu einem großen Fest Einladungen verschickte. Doch viele Menschen redeten sich heraus.

Prof. Dr. Gitt ruft dazu auf, nicht so "kurzsichtig" wie diese Leute zu sein. Jesus will uns vor der Hölle erretten und diese wird kein Vergleich zu der sogenannten "Hölle von Auschwitz" sein. Er hat am Kreuz für unsere Schuld bezahlt, wir müssen diese Einladung nur annehmen, dann ist ein Platz im Himmel "gebucht". Ein Entscheidungsgebet soll den Lesern dabei helfen.

Dieses Traktat eignet sich besonders gut zur Weitergabe an suchende Menschen!

8 Seiten, Best.-Nr. 120-51, Kosten- und Verteilhinweise | Eindruck einer Kontaktadresse

Kostenlos

Como Chegar ao Céu

Muitas pessoas evitam pensar sobre a eternidade. Isso ocorre até com as que refletem a respeito da morte. A eternidade é um assunto que costuma ser colocado de lado. Quando criança, a atriz americana Drew Barrymore representou um dos papéis principais no filme “E.T. – O Extra-Terrestre”. Com 28 anos (Drew nasceu em 1975) ela declarou: “Se eu morrer antes do meu gato, dêem-lhe minhas cinzas para comer. Assim, pelo menos vou continuar vivendo através dele.” A ingenuidade e ignorância a respeito da morte realmente são assustadoras!

No tempo de Jesus muitas pessoas vinham a EIe, e quase sempre suas preocupações eram de carácter terreno:

  • Dez leprosos queriam ser curados (Lucas 17:13).
  • Cegos queriam voltar a enxergar (Mateus 9:27).
  • Alguém precisava de ajuda numa questão de herança (Lucas 12:13-14).
  • Os fariseus vieram perguntar se deviam ou não pagar impostos ao imperador (Mateus 22:17).

Poucas pessoas foram falar com Jesus para saber como ir para o céu. Um jovem rico procurou-O perguntando: “Bom Mestre, que farei para herdar a vida eterna?” (Lucas 18:18). Jesus disse o que eIe deveria fazer: vender tudo o que tinha e segui-Lo. Como o jovem era muito rico, não atendeu ao conselho de Jesus e perdeu a oportunidade de entrar no céu. Também havia pessoas que nem estavam à procura do céu mas, ao terem um encontro com Jesus, aprenderam acerca da vida eterna e imediatamente apro-veitaram a oportunidade.

Zaqueu ansiava apenas ver Jesus, mas obteve muito mais do que esperava. No final da visita do Senhor à sua casa, Zaqueu encontrou o caminho para o céu. Jesus afirmou: “Hoje, houve salvação nesta casa, pois que também este é filho de Abraão” (Lucas 19:9).

Como alcançamos o céu?

Depois do que vimos, podemos afirmar:

  • Alcança-se o reino do céu num dia determinado. É bom saber disso, pois você, prezado leitor, também pode receber hoje a vida eterna junto a Deus.
  • Ganhar o céu não tem relação alguma com qualquer mérito pessoal.
  • O reino dos céus pode ser alcançado sem preparação prévia.

Quando não estão baseadas no que Deus diz, nossas próprias idéias sobre como chegar ao céu são absolutamente falsas. Veja estes exemplos de conceitos errados: em uma de suas canções, uma intérprete da música popular alemã fez referência à história de um palhaço que tinha deixado o circo após muitos anos de trabalho: “Com certeza ele vai entrar no céu porque trouxe alegria para muitas pessoas”, dizia a letra. Uma senhora nobre e muito rica mandou construir um abrigo onde vinte mulheres pobres podiam viver gratuitamente. Mas ela impôs uma condição: que essas mulheres orassem pela salvação da sua alma uma hora por dia.

O que realmente nos leva para o céu? Para responder essa pergunta de maneira clara e precisa, Jesus nos contou uma parábola. No Evangelho de Lucas (14:16), EIe fala de um homem [simbolizando Deus] que preparou uma grande festa [simbolizando o céu] e mandou convidar muitas pessoas. As desculpas foram frustrantes: “todos... começaram a escusar-se. Disse o primeiro: Comprei um campo e preciso ir vê-Io... Outro disse: Comprei cinco juntas de bois... E outro disse: Casei-me e, por isso, não posso ir.” Jesus encerrou a parábola com a sentença do anfitrião: “Porque vos declaro que nenhum daqueles homens que foram convidados provará a minha ceia” (Lucas 14:24).

Este exemplo mostra que é possivel ganhar o céu ou perdê-Io. O que decide a questão é aceitar ou rejeitar o convite. Poderia existir uma maneira mais fácil? Certamente não! Muitas pessoas ficarão fora do céu não por não terem conhecido o caminho que leva até lá, mas por terem rejeitado o convite que Deus lhes fez.

Não devemos seguir o exemplo dos três convidados da parábola, que deram desculpas para não comparecer à festa! Ela deixou de ser realizada por causa disso? É claro que não! Depois de ouvir as recusas de seus convidados de honra, o dono da casa mandou convites para todos. Dessa vez os convites não foram sofisticados. Os novos convidados ouviram uma convocação singela: “Venham!” Todos que aceitaram o convite tiveram lugar garantido na festa. E o que aconteceu? Os convidados apareceram? Sim, as pessoas vieram em massa! Após algum tempo, o dono da casa ficou sabendo que ainda havia lugares vazios. Então ele disse a seu servo: “Saia novamente! Continue a convidar!”

Vamos comparar esta parábola à nossa vida, pois ela tem muitos paralelos com a situação em que vivemos. Ainda há lugares vazios no céu, e Deus diz-lhe: “Venha, e tome o seu lugar no céu! Seja sábio. Faça sua reserva para a eternidade. Faça-a ainda hoje!”

O céu é de uma beleza inimaginável. Por isso, o Senhor Jesus compara-o com uma festa. A Primeira Carta aos Coríntios (2:9) diz: “Nem olhos viram, nem ouvidos ouviram, nem jamais penetrou em coração humano o que Deus tem preparado para aqueles que o amam.” Não há nada, absolutamente nada nesta terra, que possa ser comparado ao céu, tamanha é sua beleza! De maneira alguma devemos perder a oportunidade de ir para o céu, pois eIe é precioso demais! Alguém nos abriu a porta: foi Jesus, o Filho de Deus! É graças a EIe que temos acesso à eternidade. Agora a decisão é nossa. Só quem for ignorante como os homens da parábola deixará de aceitar o convite.

A salvação acontece através do Senhor Jesus

Em Actos 2:21 lemos algo muito importante: “E acontecerá que todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo.” Essa é a verdade suprema do Novo Testamento. Quando estava na prisão em Filipos, Paulo resumiu o essencial nas poucas palavras que disse ao carcereiro: “Crê no Senhor Jesus Cristo e serás salvo, tu e tua casa” (Actos 16:31). Este mensagem é curta mas tem poder decisivo e transformador para quem a aceita. Naquela mesma noite o carcereiro se converteu.

Do que Jesus nos salva? Precisamos saber que Jesus nos salva do caminho que acaba na perdição eterna, no inferno. A Bíblia diz que os homens viverão eternamente – ou no céu, ou no inferno. Um desses lugares é maravilhoso, o outro é horrível. Não existe um terceiro lugar. Após a morte, ninguém mais dirá que tudo acabou quando fechou seus olhos aqui na terra. Nosso destino eterno é decidido pela nossa atitude diante de Jesus. A nossa eternidade depende de uma só pessoa, Jesus Cristo – e do nosso relacionamento com EIe!

Por ocasião de uma viagem de conferências pela Polônia visitamos o campo de concentração de Auschwitz. Atrocidades terríveis ocorreram durante o Terceiro Império da Alemanha Nazista naquele local. Entre 1942 e 1944 mais de 1,6 milhões de pessoas, na maioria judeus, foram assassinados nas câmaras de gás e incinerados. A literatura fala do “Inferno de Auschwitz”. Fiquei pensando sobre essa expressão quando os guias nos mostraram uma das câmaras de gás onde morriam 600 pessoas de cada vez. Auschwitz foi um horror inconcebível. Mas será que ali já era o inferno? O nosso grupo de visitantes viu somente a câmara de gás vazia, agora fora de uso, pois felizmente o terror de Auschwitz acabou em 1945. Hoje o local está aberto à visitação pública. As câmaras de gás de Auschwitz tinham carácter temporário. O inferno da Bíblia é eterno.

No hall de entrada do museu de Auschwitz um desenho mostrando uma cruz com o corpo de Cristo chamou a minha atenção. Com um prego, um dos prisioneiros havia riscado na parede a sua mensagem de esperança no Jesus crucificado. Esse artista anónimo também morreu na câmara de gás. EIe conhecia o Salvador Jesus. O lugar onde ele morreu era horrível, mas o céu estava aberto esperando-o. Quando alguém tiver chegado ao inferno, a respeito do qual o Senhor Jesus adverte tão insistentemente no Novo Testamento (Mateus 7:13; 5:29-30; 18:8), não haverá oportunidade de escapar. Como o inferno é eterno – ao contrário de Auschwitz – nunca teremos a possibilidade de visitá-Io como se visita um lugar turístico, entrando e saindo quando quisermos. O inferno é para sempre.

Mas o céu também é eterno. É para esse lugar que Deus nos quer levar. Por isso, aceite o convite. Invoque o nome do Senhor e faça ainda hoje sua reserva no céu! Depois de uma palestra, uma agitada senhora me questionou: “Será que é mesmo possível fazer reserva no céu? Isso parece uma agência de turismo!” Eu concordei: “Quem não faz reserva não chega lá. Se a senhora quiser ir ao Hawai, também vai precisar de uma passagem.” Ela retrucou: “Mas é preciso pagar a passagem, não é?” – “Sim, é claro! A passagem para o céu também é paga, com a diferença de que nenhum de nós tem condições de arcar com seu preço. EIe é alto demais. O nosso pecado impede que cheguemos ao céu. Deus não admite pecado no céu. Quem quiser passar a eternidade com Deus precisa de ser liberto do seu pecado enquanto vive aqui na terra. Essa libertação só pode acontecer através de alguém sem pecado – e essa pessoa é Jesus Cristo. EIe é o único que pode pagar o preço. E EIe o pagou com Seu sangue, através da Sua morte na cruz.” Agora, deve estar se perguntando:

O que devo fazer para entrar no céu?

Deus estende o convite de salvação a todos. Muitas passagens da Bíblia nos convidam com insistência a obedecer ao chamamento de Deus:

  • “Esforçai-vos por entrar pela porta estreita” (Lucas 13:24).
  • “Arrependei-vos, porque está próximo o reino dos céus” (Mateus 4:17).
  • “Entrai pela porta estreita (larga é a porta, e espaçoso o caminho que conduz para a perdição, e são muitos os que entram por ela), porque estreita é a porta e apertado o caminho que conduz para a vida, e são poucos os que acertam com ela” (Mateus 7:13-14).
  • “Toma posse da vida eterna, para a qual também foste chamado” (1.Timóteo 6:12).
  • “Crê no Senhor Jesus e serás salvo, tu e a tua casa” (Actos 16:31).

Estes são convites insistentes. Os textos bíblicos são sérios e determinados. Agimos com coerência quando respondemos ao convite de ir para o céu com uma oração mais ou menos como esta:

“Senhor Jesus Cristo, vivi até agora como se Tu fosses inexistente. Reconheci agora quem Tu és e por isso, pela primeira vez, volto-me para Ti numa oração. Sei, agora, que existe um Céu e um inferno. Salva-me, por isso, do inferno onde eu, por causa de todas as minhas faltas, em especial as de falta de fé, no fundo, tenha chegado. É meu desejo ficar para toda a eternidade no Céu, junto a Ti. Estou consciente de que não é por mérito próprio, mas somente pela Fé em Ti que posso alcançar o Céu. Porque Tu me amas, morreste numa cruz por mim, e tomaste sobre Ti as minhas faltas e por mim as pagaste. Eu Te agradeço. Tu vês, desde a minha infância, todas as minhas faltas. Cada pecado da minha vida é-Te conhecido - todos aqueles de que me lembro, mas também aqueles de que há muito tempo já me esqueci. Tu sabes tudo sobre mim, pois me conheces precisamente. Em cada movimento do meu coração Tu conheces perfeitamente, se é alegria ou tristeza, bem estar ou desalento. Sou perante Ti um livro aberto. Assim como sou e tenho vivido até agora, não posso sair justificado perante Ti, o Deus vivo, e por isso não poderei entrar no Céu. Por isso Te peço, perdoa todas as minhas faltas. De todo o coração lamento os meus pecados. Aceito-Te agora como meu Senhor. Assume Tu agora o domínio na minha vida. Desejo viver como Tu desejares. Por favor ajuda-me a despir-me de tudo o que não estiver certo perante Ti e dá-me de presente novos hábitos que estejam sob a Tua benção. Abre-me o alcance da Tua Palavra, a Bíblía. Ajuda-me a compreender o que me queres dizer n’Ela, e que eu encontre na Tua Palavra novas forças e alegria de viver. Tu deves ser, a partir de agora, o meu SENHOR, a quem eu pertenço com gosto e a quem quero seguir. Mostra-me, por favor o caminho que devo agora trilhar.

Agradeço-Te por Tu me teres atendido. Acredito na Tua promessa que agora, ao dedicar-me a Ti, me tenha tornado num Filho de Deus que, um dia esteja eternamente junto de Ti no Céu. Alegro-me com o grande prémio que é ter-Te, já agora, a meu lado em cada situação. Por favor ajuda-me a encontrar pessoas que acreditem também em Ti e faz com que encontre uma comunidade biblicamente orientada, onde possa regularmente escutar a Tua Palavra. Amém.”

Dir. e Prof. Dr. Eng. Werner Gitt